segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Pausa

Céu limpo, azul bonito amplo lá em cima. Eu sempre fico muito tempo pensando sobre o nada. E gosto mesmo quando me encho de nada e fico em paz. Não existem preocupações e o mundo inteiro não importa nenhum um pouco quando o vento joga o meu cabelo para trás e tem todo aquele azul logo ali em cima. Se você silenciar por alguns momentos, não deixe de notar o barulho do mar. Não deixe de fechar os olhos quando a brisa que vem do mar tocar seu rosto. Não deixe também, de deitar abaixo das estrelas e assistir elas brilharem. Eu sei, eu sei que pode parecer muito chato e muito sonolento. Mas experimente mesmo assim. Sente o cheiro quando a chuva cai? Tem um cheirinho diferente, especialmente quando são chuvas de verão. O asfalto da cidade sufoca. Quem te disse que eu quero continuar aqui? Céu azul e toda aquela movimentação chata. Sol fervilha mais ainda na cidade grande. Eu não tenho paz aqui. Não tem vento gostoso que bate suave contra o seu corpo largado aqui. Eu poderia fugir um pouquinho, não poderia? Sentimentozinho cretino sempre vem me perturbar nessa época. Nem vejo a hora daquele finalzinho de ano chegar. Sei que demora, mas passo o ano inteiro esperando essa época. Tem gente por aí que gosta mesmo do movimento mas eu quero sossego. Só um pouquinho. E ficar cansada de não fazer nada. E decorar os traços do céu azul. Ou dormir na rede enquanto o sol vai embora e a lua junto das estrelas deixam iluminada a cidade escura. Faz silêncio. Escuta o som do mar, só um pouquinho. Você consegue sentir a tranquilidade que eu sinto? Eu não costumo compartilhar com muita gente. Eu nunca encontrei alguém que sentisse a mesma vontade de sossego que eu. Sempre silencio, são as minhas vontades e eu não sei porque não consigo dizer em alto e bom som. Me acostumei tanto a silenciar. Então, assiste o sol indo embora - que para mim é bem melhor que assistir as lojas se fechando e todos aqueles carros enfileirados. E o som da tranquilidade não se compara as buzinas do inferno que nós vivemos durante o ano inteiro.

Quero viajar ):
E juro que respondo os comentários assim que possível!

12 comentários:

  1. Realmente, nada melhor como o cheirinho de chuva *-* adorei o texto! beijos

    ResponderExcluir
  2. olha, vc acabou de achar alguém igual vc nesse sentido! eu amo lugares tranquilos, tipo sítio e mato, bem isolado de toda essa movimentação.. adoro cheiro de chuva, adoro dormir com o canto dos passarinhos... tudo di bom.. xD
    bjusss

    ResponderExcluir
  3. Aaah eu tbm amo tranquilidade, natureza e ar puro \o

    amei o blog *-*

    ResponderExcluir
  4. acho que depois de um ano morando no meio do mato e só sentindo cheirinho de chuva eu comecei a não gostar muito deste tipo de lugar.. mas confesso que sinto falta de tranquilidade e viagens :/

    ResponderExcluir
  5. Eu tb sinto a mesma vontade de sossego que vc gá!
    Ficou lindo demais o texto!
    adoro o jeito vc escreve!

    :)

    ResponderExcluir
  6. Adoro a tranquilidade tb, mas como eu vivo numa cidade que só tem céu e mar ( não estou dizendo q não é bonito), de vez em quando um "arzinho poluído" não faz mal...

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto. Adoro esse cheirinho de chuva. E, ah... Também quero viajar! Beijinhos...

    ResponderExcluir
  8. Eu sinto o cheiro da chuva sempre.

    ResponderExcluir
  9. Oi, hoje é meu aviversário! Me dá parabéns! (http://pirulito-no-palito.blogspot.com/) É que eu tô muito feliz e recebi poucos parabén(s) no orkut, ai deprimiu.
    beijos, Sofia (versão 1.4)

    *desculpa o comentário, ctrl+c ctrl+v

    ResponderExcluir
  10. isso que dá ser pop e receber tantos comentários, HASDIOHSDAIOH. eu to com saudade ade ade ): e gostei do texto (como sempre *-*)

    ResponderExcluir